05:14

A Origem do sono

Postado por Cláudia Pereira |

Me falaram que A Origem era o filme do ano.

Fui conferir porque sou muito teimosa.

Se eu tivesse ouvindo a minha intuição teria me poupado das duas horas de extrema tortura psicanalítica.

Não sou crítica de cinema.

Tampouco me considero cult cinéfila.

Apenas sei o que me agrada ou não.

E A Origem não me decepcionou.

Acabou sendo a chatice que eu previa.

O ritmo ágil não me enganou.

É lixo embrulhado em papel caro.

Mas lá no fundo....

Nota-se a pretensão de ser algo inesquecível.

Não funcionou pra mim.

Pelo menos serviu como sonífero.

Dormi bem num só sonho e desejo: Deletar da minha mente mais um filminho comestível de Hollywood.

2 comentários:

Valéria Guerra disse...

Compartilho da mesmíssima opinião. Não gostei.

Cláudia Pereira disse...

Odiei cada minuto...blagh!

Postar um comentário

Subscribe